Notícia

Espaço do Associado

jan 31
454 visualizações

Justiça do Trabalho de Rondônia e Acre é a mais célere do Brasil

Os dados constam na Movimentação Processual das Varas do Trabalho 2018, relatório elaborado pela Coordenadoria de Estatística e Pesquisa do Tribunal Superior do Trabalho (TST). A Justiça do Trabalho dos estados de Rondônia e Acre (TRT da 14ª Região) obteve, entre janeiro e dezembro do ano passado, o menor prazo médio de julgamento alcançado na fase de conhecimento, ou seja, desde o ajuizamento da ação até o julgamento.

Em números, o prazo médio no julgamento das ações de rito sumaríssimo foi de 59 dias, sendo que nos demais processos foi de 147 dias. A média nacional da Justiça do Trabalho no mesmo período foi de 115 e 331 dias, respectivamente. Os índices atestam o importante papel da Justiça do Trabalho nos estados de Rondônia e Acre e a eficácia dos serviços prestados à sociedade.

Em todo país, durante o ano de 2018, as Varas do Trabalho receberam, na fase de conhecimento, 1.742.507 processos sendo que 2.437.250 foram julgados. Já na fase de execução foram iniciadas 794.395 execuções e encerradas 721.351. O percentual de conciliação foi de 43,7%.

O presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 14ª Região (Amatra14), Juiz Antonio César Coelho, aproveita a ocasião da divulgação dos dados para parabenizar todos os magistrados e servidores da Justiça do Trabalho pelos excelentes resultados obtidos no período.

 

 

 

 

 

Diana Braga
Assessoria Amatra14
Fonte: Amatra14
jan 31
455 visualizações

Justiça do Trabalho de Rondônia e Acre é a mais célere do Brasil

Relatório aponta que nos estados de Rondônia e Acre a Justiça Trabalhista obteve prazo de julgamento melhor que a média nacional

Os dados constam na Movimentação Processual das Varas do Trabalho 2018, relatório elaborado pela Coordenadoria de Estatística e Pesquisa do Tribunal Superior do Trabalho (TST). A Justiça do Trabalho dos estados de Rondônia e Acre (TRT da 14ª Região) obteve, entre janeiro e dezembro do ano passado, o menor prazo médio de julgamento alcançado na fase de conhecimento, ou seja, desde o ajuizamento da ação até o julgamento.

Em números, o prazo médio no julgamento das ações de rito sumaríssimo foi de 59 dias, sendo que nos demais processos foi de 147 dias. A média nacional da Justiça do Trabalho no mesmo período foi de 115 e 331 dias, respectivamente. Os índices atestam o importante papel da Justiça do Trabalho nos estados de Rondônia e Acre e a eficácia dos serviços prestados à sociedade.

Em todo país, durante o ano de 2018, as Varas do Trabalho receberam, na fase de conhecimento, 1.742.507 processos sendo que 2.437.250 foram julgados. Já na fase de execução foram iniciadas 794.395 execuções e encerradas 721.351. O percentual de conciliação foi de 43,7%.

O presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 14ª Região (Amatra14), Juiz Antonio César Coelho, aproveita a ocasião da divulgação dos dados para parabenizar todos os magistrados e servidores da Justiça do Trabalho pelos excelentes resultados obtidos no período.

 

 

 

 

 

Diana Braga
Assessoria Amatra14
Fonte: Amatra14

Compartilhe

Fique Informado

Cadastre-se e receba informativos periódicos da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 14ª Região – Rondônia e Acre.

© 2019 - Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 14ª Região – Rondônia e Acre - Todos os direitos reservados